*
 

O youtuber Júlio Cocielo publicou um vídeo na quarta-feira, 4, em que novamente pede desculpas pelos tuítes racistas e preconceituosos que foram descobertos em sua conta na rede social após ele fazer um comentário de mal gosto envolvendo o jogador da seleção francesa Kylian Mbappé durante o jogo contra a Argentina no sábado (30).

No vídeo, intitulado Ignorância, Cocielo disse que está envergonhado por ter decepcionado a sua própria mãe e disse que aprendeu conceitos importantes como racismo institucional e racismo velado, se comprometendo a tomar cuidado com o que fala.

“Eu estou aqui consciente do meu erro. Eu não quero tentar ter razão ou tentar debater pela razão em cima de alguma coisa que realmente eu não tenho razão nenhuma”, disse Cocielo. “Eu fiz um comentário muito zoado, muito mal explicado, e gerou toda essa confusão que você está vendo agora. Eu tentei me referir à velocidade dele [Mbappé], e o comentário foi tão infeliz e mal explicado que acabou ofendendo algumas pessoas”, continuou.

“No meu caso, a minha ignorância foi combatida com conhecimento. E quando eu fiz esse tuíte, logo em seguida eu deletei ele, porque quem me conhece, quem me assiste, sabe que meu intuito nunca foi ofender ninguém. E quando eu vi que estava ofendendo, eu deletei. ‘Ah, quando pesa no bolso, as pessoas pedem desculpa.’ Mano, eu não nasci em berço de ouro. Eu vim do nada. A coisa mais importante para mim é a minha criação e humildade. Eu aprendi que a humildade não está no que a gente tem, ela está no nosso caráter”, explicou.

Tweets antigos

Cocielo também falou sobre os tuítes publicados quando era adolescente, justificando que ele mudou desde então e as coisas que ele falava na época não representam quem ele é hoje. “Aquele monte de merda que eu falei é muito distante de quem eu sou hoje e do tanto que minha vida evoluiu de repente. O eu de um dia atrás já não é o eu de agora. Hoje, eu leio tudo aquilo que eu postei e me sinto envergonhado. Foram coisas absurdas”, disse.

“Eu apaguei porque eu quero recomeçar. Vou olhar para frente, fazer diferente, aprender com o meu erro. Isso faz parte de meu processo de aprendizado e crescimento humano”, falou, tentando explicar a razão de ter apagado todos os tuítes da sua conta na rede social após o ocorrido. Cocielo chegou a postar uma nota pedindo desculpas no Twitter, mas ela também foi criticada.

Nos dias seguintes ao comentário de Cocielo, marcas que tinham contrato publicitário com o youtuber, como Adidas, Itaú Coca-Cola e McDonald’s se posicionaram contra o que foi dito por Júlio e algumas encerraram o contrato que tinham com ele.

Veja abaixo o vídeo.