Juiz determina remoção de Silveira para Unidade Prisional da PM no Rio

Parlamentar bolsonarista, que está a Superintendência da Polícia Federal do Rio, teve sua prisão mantida após audiência de custódia

atualizado 18/02/2021 18:07

prisão PF deputado bolsonarista daniel silveira STF RJAline Massuca/Metrópoles

O deputado federal bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ), que teve a prisão em flagrante decretada, na terça-feira (16/2), pelo Supremo Tribunal Federal (STF), será transferido nesta quinta-feira (18/2) para a Unidade Prisional da SEPM, em Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

O parlamentar, até então, estava na Superintendência da Polícia Federal do Rio, no centro da cidade do Rio de Janeiro.

De acordo com informações da Polícia Federal, na cela em que ele estava foram apreendidos dois celulares.

Ataques ao STF

Moraes expediu o mandato depois de um vídeo no qual o deputado ataca ministros da Corte e elogia o AI-5, decreto que aprofundou a repressão nos anos mais duros do regime militar no Brasil, ter sido publicado nas redes sociais.

Silveira é investigado pelo STF no inquérito que mira o financiamento e organização de atos antidemocráticos em Brasília.

Em junho, ele foi alvo de buscas e apreensões pela Polícia Federal e teve o sigilo fiscal quebrado por decisão do ministro Alexandre de Moraes.

0

Últimas notícias