Jovem que perdeu couro cabeludo em kart: “Tem que seguir em frente”

Débora Steffany Dantas de Oliveira, de 19 anos, falou sobre o momento do acidente ao lado do noivo, Eduardo Tumajan

Reprodução/TV GloboReprodução/TV Globo

atualizado 25/08/2019 23:56

Aos 19 anos, a jovem Débora Steffany Dantas de Oliveira, que perdeu o couro cabeludo durante uma corrida de kart em Recife (PE), passou por várias cirurgias e não vai mais ter cabelos na área atingida. Mesmo assim, está otimista: “Foi uma fatalidade, mas a gente tem que seguir em frente e tirar isso tudo como experiência”, disse, em entrevista exclusiva ao Fantástico, neste domingo (25/08/2019).

O acidente aconteceu no dia 12 de agosto, na pista da empresa Adrenalina Kart Racing, localizada no estacionamento do Walmart, em Boa Viagem, zona sul da capital pernambucana. O cabelo de Débora Steffany ficou preso na engrenagem do veículo, ocasionando o escalpelamento.

Era a primeira vez que ela andava de kart. Sem experiência, bateu três vezes nos pneus que circundam a pista, até que seu cabelo, que era comprido, se soltou da touca.

“Eu estava sentada e senti um ‘puxavanco’ por trás. Eu tirei o cinto de segurança e me levantei. Estava ensanguentada. Me desesperei, dei dois gritos. Eu pensei, na minha cabeça: ‘Preciso me acalmar, respirar fundo. Se eu cair, eu vou morrer’”, relatou a jovem. 

 

Noivo da vítima, Eduardo Tumajan estava na corrida e foi até ela assim que percebeu o kart parado. Foi ele quem prestou socorro à Débora, até que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegasse. “Ela estava me acalmando, para eu não me desesperar”, contou.

Segundo a reportagem, os donos do kart podem ser indiciados por negligência. As despesas médicas estão sendo pagas pelo Walmart.

Últimas notícias