*
 

Ruan Rocha da Silva, 18 anos, que em 2017 foi tatuado na testa após supostamente roubar uma bicicleta, foi detido em flagrante na noite de sábado (24/3), após furtar desodorantes de um mercado em Mariporã, São Paulo.

Segundo o jornal Extra, o dono do estabelecimento viu o jovem esconder produtos dentro da própria roupa, então abordou Ruan na saída da loja.

A polícia foi chamada ao local. O jovem foi levado à delegacia e autuado por furto a estabelecimento comercial. Uma fiança de R$ 1 mil foi paga, e ele responderá ao crime em liberdade.

Tatuagem
O tatuador Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos, e seu vizinho Maycon Wesley Carvalho dos Reis, 27, foram presos em junho de 2017, em São Bernardo do Campo (SP), depois de fazerem a tatuagem na testa de Ruan.

A polícia deteve os dois homens em flagrante pelo crime de tortura. Eles contaram aos investigadores que o jovem tentou roubar uma bicicleta e a “marca” foi feita porque eles ficaram revoltados com a situação.

O caso ganhou repercussão nacional e internacional. Na época, uma ONG fez vaquinha para arrecadar recursos para que a tatuagem fosse removida. O dinheiro das doações também custeou a internação na clínica. Na época, foi constatado que o garoto tinha problemas com drogas e morava com a mãe e o tio, os quais estavam desempregados, em uma situação precária.