Jovem morre após ser atingida por disparo de guarda em festa clandestina

Caso aconteceu no interior de São Paulo. O agente da Guarda Municipal está preso acusado de homicídio culposo

atualizado 02/08/2020 15:35

Reprodução

Uma jovem de 19 anos morreu após ser atingida por um tiro durante uma ação da Guarda Municipal em uma festa clandestina, em Rio Claro (SP), entre o final da noite de sábado (1/8) e o início da madrugada deste domingo (2/7). A informação é do portal G1.

Um guarda, que não teve a identidade divulgada, alegou disparo acidental e foi preso por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Um homem de 29 anos também foi atingido e está internado.

Festa clandestina
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, a Guarda Municipal fazia a verificação de uma denúncia de festa clandestina com aglomeração, em uma rua no Jardim Panorama.

O guarda alegou que a arma disparou acidentalmente no momento em que ele iria colocar munição de borracha. O motivo para o uso não foi esclarecido.

Segundo a Delegacia Seccional de Rio Claro, o auto de prisão lavrado foi encaminhado à Justiça e ao Ministério Público.

Últimas notícias