João de Deus volta a Abadiânia (GO) para ser interrogado

Depoimento referente a dois processos está marcado para ocorrer a partir das 14h desta sexta-feira (12/07/2019)

atualizado 12/07/2019 23:21

Preso desde o fim de 2018, acusado de abuso sexual, o médium João de Deus, 77 anos, será interrogado pela segunda vez no Fórum de Abadiânia (GO). De acordo como Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), agora a oitiva, marcada para as 14h desta sexta-feira (12/07/2019), se refere a dois processos: um por porte ilegal de arma de fogo e outro que corre em segredo de Justiça – por isso, não teve o teor divulgado.

As ações correm no fórum da cidade onde fica a Casa Dom Inácio de Loyola. No local, João de Deus fazia atendimentos espirituais. Segundo denúncias, ele abusava das vítimas dentro do centro espírita. O médium está preso no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia desde dezembro de 2018. Já se tornou réu em nove de 10 processos encaminhados à Justiça pelo Ministério Público de Goiás (MPGO).

Durante cumprimento de mandados de busca e apreensão em endereços do médium, também no fim do ano passado, os policiais da Delegacia de Investigações Criminais (Deic) de Goiás encontraram cinco armas de fogo, sendo uma delas com numeração raspada, e o equivalente a R$ 1,2 milhão em espécie, parte em fundos falsos.

Últimas notícias