Inep divulgará os resultados do Enem em 11 de fevereiro de 2022

Ministro da Educação fez balanço sobre o exame nesta segunda (29/11) e voltou a negar que governo federal tenha interferido nas questões

atualizado 29/11/2021 18:24

"Jamais permitiria ser usado", diz Milton Ribeiro sobre interferências no EnemReprodução/Tv Brasil

Os resultados do Enem 2021 serão divulgados em 11 de fevereiro de 2022, segundo o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas. Na data, os candidatos terão acesso aos boletins individuais das provas realizadas.

Já o gabarito será divulgado ainda nesta semana, na quarta-feira (1/11). Através do gabarito, será possível saber quantas questões foram acertadas, embora isso não dê acesso à nota final do exame. A prova é corrigida pela Teoria de Resposta ao Item (TRI), que dá pesos diferentes para questões consideradas fáceis e difíceis na prova. O método serve como rastreador de “chutes” e dá notas menores àqueles que acertarem questões mais difíceis e errarem as mais fáceis.

Ministro volta a negar interferência na prova

O ministro da Educação, pastor Milton Ribeiro, voltou a negar, nesta segunda-feira (29/11), que houve interferências do governo federal nas questões elaboradas para o Enem 2021.

Segundo Ribeiro, as supostas mudanças ideológicas na prova não foram feitas porque ele não permitira ser “usado ou manipulado”. A declaração foi dada em coletiva sobre balanço do exame, aplicados nos dois últimos domingo, dias 21 e 28 de novembro.

“Eu tenho uma história de educação na minha vida e eu jamais me permitiria ser usado ou manipulado para fora daquilo que a lei estabelece nos limites legais”, disse o ministro após ser questionado sobre uma possível tentativa do governo de interferir nas perguntas que seriam incluídas na prova.

Taxa de abstenção

No último dia de exame, 29,9% dos candidatos não compareceram. No primeiro dia, 26% dos inscritos não haviam comparecido à avaliação. O índice é menor do que o registrado em 2020, de 51,5%. O exame deste ano teve uma queda histórica no número de inscritos. Do total de 3,1 milhões de candidatos, cerca de 2,3 milhões realizaram as provas em mais de 1,7 mil municípios.

Reaplicação do exame

Para aqueles que tiveram problemas logísticos ou intercorrências na hora do exame, os pedidos para reaplicação da prova estão disponíveis na página do Enem até dia 3 de dezembro.

Mandados de prisão

Segundo o delegado da Polícia Federal Cléo Matusiak Mazzotti, 31 mandados de prisão foram cumpridos durante os dois dias de aplicação da prova, 27 no primeiro domingo e 4 no segundo. A maioria referente a crimes como sequestros, abuso de incapaz e estupro de vulnerável.

Duas intercorrências envolvendo pontos eletrônicos também foram alvos da polícia em Minas Gerais e, também, no Espírito Santo onde um aparelho foi apreendido.

Mais lidas
Últimas notícias