Metrópoles vence o Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo

O jornalista Caio Barbieri, da coluna Janela Indiscreta, ganhou a categoria Profissionais de Imprensa do concurso organizado pela Setur-DF

atualizado 22/12/2020 11:42

O Metrópoles venceu o Prêmio Brasília: o Novo Olhar do Turismo. O jornalista Caio Barbieri, da coluna Janela Indiscreta, levou a categoria Profissionais de Imprensa. O repórter concorria com a Márcia Zarur, da Globo, e a Taís Braga, do Correio Braziliense.

Organizada pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), em parceria com a Fecomércio, o Sesc, Senac e a Fundação Athos Bulcão, a cerimônia de entrega aconteceu on-line na última quinta-feira (17/12). O prêmio surgiu para homenagear profissionais e iniciativas que contribuíram para o fortalecimento de Brasília como destino turístico nos últimos 24 meses.

Caio Barbieri cobre os bastidores do poder em Brasília no Metrópoles. Ele cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações dos veículos Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional, e foi editor adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional.

Caio Barbieri colunista do Metrópoles

Mais de 400 pessoas se inscreveram nas 23 categorias do Prêmio Brasília: Personalidade do Ano; Mulheres Empreendedoras; Academia, Dirigentes e Parlamentares; Gestores e Técnicos; Empreendedores de Médio e Grande Porte; Micro e Pequenos Empreendedores; Instituições da Sociedade Civil Organizada (com ou sem fins lucrativos); Representantes de Grupos ou Coletivos; Guia de Turismo; Profissionais de Imprensa; e Profissionais de Mídias Sociais com foco no turismo.

A comissão julgadora, composta por representantes da Setur-DF e de entidades convidadas, selecionaram os principais de cada categoria, por meio de critérios que vão desde a eficiência das ações implementadas à capacidade de aplicação das iniciativas em outros locais, passando pelos fatores de inovação, sustentabilidade e abrangência territorial.

Sobre o Metrópoles

No último mês, o Metrópoles venceu sete prêmios de jornalismo. Além do Prêmio Brasília, o portal levou o 6º Prêmio Synapsis FBH de Jornalismo e o prêmio internacional Ñh 2020 – Lo Mejor del Diseño Periodístico, com a reportagem As Mães da Zika Abandonadas no Coração do Brasil. O trabalho Invisíveis no Banco da Frente ganhou o 27º Prêmio CNT de Jornalismo, o Prêmio 99 de Jornalismo 2020 e o Prêmio CICV de Cobertura Humanitária 2020. Por fim, a matéria Meninos-soldados: a Infância a Serviço do Tráfico de Drogas conquistou duas categorias do 4º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo.

Metrópoles ainda bateu um importante recorde em outubro: o portal fechou o mês com 86,2 milhões de usuários únicos visitando 410 milhões de páginas do site, segundo o Google Analytics.

Entre os meses de setembro e outubro, o número de visualizações de páginas do portal cresceu 28,2%. A quantidade de usuários também aumentou na mesma proporção.

A soma desses resultados fez o Metrópoles se consolidar como o portal de notícias mais acessado do país segundo o Alexa, ferramenta comandada pela Amazon que tem o foco voltado para avaliação de tráfego da web e análise de dados. O portal de notícias também é o quarto site mais acessado do país e passou Uol, Globo.com, Netflix e Wikipedia.

Os números são resultado do esforço da equipe de profissionais que publicam conteúdo bem apurado com linguagem acessível — uma média de 280 matérias por dia, todos gratuitos.

Mais lidas
Últimas notícias