Metrópoles é finalista do 16° Prêmio Engenho de Comunicação

Pelo terceiro ano consecutivo, o site de notícias concorre na categoria Cobertura de Brasília

Raimundo Sampaio/Esp. MetrópolesRaimundo Sampaio/Esp. Metrópoles

atualizado 12/08/2019 19:34

Metrópoles é finalista do 16° Prêmio Engenho de Comunicação na categoria Cobertura de Brasília. Nos últimos três anos, o portal levou o troféu na mesma seção e, em 2016, venceu a disputa de Melhor Site. Os vencedores serão anunciados na Embaixada de Portugal em Brasília, no próximo 4 de setembro. O site de notícias concorre com o G1 e o Correio Braziliense.

Desde 2004, o evento reconhece veículos e jornalistas que produzem notícias a partir da capital federal. “Neste ano, a principal missão do prêmio é reforçar a imprensa como instituição. Os últimos meses foram marcados por críticas – de diversas espectros da sociedade – a jornalistas. Precisamos mostrar que somos fortes e unidos”, disse Kátia Cubel, presidente e criadora do prêmio.

Filipe Cardoso/Especial para o Metrópoles
Katia Cubel é presidente e criadora do Prêmio Engenho de Comunicação

O Prêmio Engenho organiza, nesta terça-feira (13/08/2019), um jantar para celebrar os finalistas das sete categorias: Melhor Coluna, Melhor Cobertura Brasília, Melhor Veículo Impresso, Melhor Site, Melhor Programa de Rádio, Melhor Programa de TV e Melhor Apresentador de TV.

O encontro acontece na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) às 20h. Na oportunidade, serão anunciados também os jornalistas homenageados pelo prêmio. Neste ano foram escolhidos: Delis Ortiz, da TV Globo; José Maria Trindade, da Rádio Jovem Pan; e Sérgio Amaral, da TV Bandeirantes. Por fim, o jornalista da TV Globo Nilson Klava será eleito jornalista do ano.

A premiação passou a integrar o calendário oficial de eventos da capital desde 2008, com a sanção da Lei Distrital nº 4.231. Os jurados selecionam três finalistas em cada categoria. Dependendo da disputa, o consenso entre eles acontece no dia da premiação. Para compor o júri, foram escolhidos importantes representantes da sociedade civil.

Neste ano foram escolhidos: André Mendonça, ministro da AGU; Wagner Rosário, ministro da CGU/Transparência; Alexandre Barreto, presidente do Cade; Jorge Cabral, embaixador de Portugal no Brasil; Ilka Teodoro, administradora de Brasília; Francisco Caputo, conselheiro federal da OAB; e Eliziane Carvalho, diretora jurídica do Senar-CNA. O prêmio será patrocinado pelo Sistema Cofeci-Creci, Advocacia Marcus Vinicius Furtado Coelho, Coca-Cola Brasil e Senar.

Raimundo Sampaio/Esp. Metrópoles
André Mendonça, Francisco Caputo, Ilka Teodoro, Wagner Rosário, Jorge Cabral, Katia Cubel, Alexandre Barreto e Eliziane Carvalho, jurados do Prêmio Engenho

Últimas notícias