*
 

Metrópoles conquistou o segundo lugar no prêmio ANPTrilhos de Jornalismo, na categoria Mídia Digital, com a reportagem “Avisa quando chegar — O assédio que paralisa as mulheres”, assinada pelas repórteres Carolina Samorano e Leilane Menezes e que envolveu uma equipe de 15 profissionais na elaboração. A primeira colocação ficou com a série “Brasil nos Trilhos!”, de autoria do jornalista Rodrigo Ryan Piscitelli, exibida na TV Cultura.

Durante quatro semanas, a equipe de reportagem do Metrópoles andou de trem, ônibus e metrô no DF, no Rio de Janeiro e em São Paulo, nos horários de pico e nas linhas de maior aglomeração. Percorreu 3 mil quilômetros em busca de histórias e imagens que falassem sobre como a violência e o assédio nos transportes públicos afetam a realidade social das mulheres.

Pessoas de 12 países diferentes mandaram depoimentos em áudio, vídeo e texto, revelando o retrato de um mundo que não respeita o espaço das mulheres no caminho do trabalho ou nem mesmo do lazer.

Veja abaixo algumas das fotografias produzidas para a reportagem premiada:

O Prêmio ANPTrilhos de Jornalismo é promovido pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos. O evento tem como objetivo valorizar o trabalho realizado pelos veículos de comunicação e seus profissionais na área de transporte de passageiros sobre trilhos, além de dar destaque aos trabalhos jornalísticos de qualidade voltados para o setor. Os vencedores foram anunciados na última segunda-feira (30/10).

Outros prêmios
A matéria “Avisa quando chegar — O assédio que paralisa as mulheres” já recebeu três outros prêmios. Venceu a categoria Internet do CNT de Jornalismo e a seção Transporte do CNH de Jornalismo Econômico. O trabalho também levou atestado de excelência no quesito Projeto no prêmio da Society for News Design (Sociedade do Design de Notícias, em tradução livre), organização internacional que apoia profissionais da imprensa e premiou o Melhor Design Digital de 2016, considerado o Oscar do jornalismo gráfico.

Além da matéria sobre transporte público, o SDN reconheceu, na categoria Notícias Diárias: Cobertura Programada, a reportagem “Um Impeachment em Quadrinhos“, sobre a derrocada da presidente Dilma Rousseff (PT).

Reconhecimento
Em apenas dois anos de existência, o Metrópoles tem se destacado com a conquista de expressivas premiações nacionais e até internacionais. Em 17 de agosto, a reportagem “Ossos do ofício: a rotina cruel dos trabalhadores de frigoríficos” foi a vencedora do prêmio Ministério Público do Trabalho (MPT) de Jornalismo 2017 nas categorias Webjornalismo Nacional e Regional Centro-Oeste.

Em 2016, o portal ganhou o Prêmio Engenho de Comunicação, que reconhece veículos e jornalistas que produzem notícias a partir da capital federal, na categoria Melhor Site. Também faturou o Prêmio Abracopel de Jornalismo com a reportagem “Distrito Federal registra alta nos acidentes elétricos em 2016”.

Sagrou-se ainda vencedor no concurso da Confederação Nacional da Indústria (CNI) de Jornalismo 2016 na categoria Destaque Regional Centro-Oeste. A reportagem selecionada pelos jurados foi “O despertar do Centro-Oeste para a revolução industrial”, que debate o desenvolvimento econômico da região. A matéria “Feira dos Importados – A Máfia do Comércio de Rua” foi finalista na mesma categoria.

Metrópoles também é finalista do 23º Concurso Latinoamericano de Fotografia Documental. O trabalho “Confronto entre a Polícia Legislativa e Agentes Penitenciários no Congresso Nacional”, da repórter fotográfica Rafaela Felicciano, está entre os 13 selecionados na categoria “Conflitos Laborais”.

 

 

COMENTE

comunicar erro à redação