*
 

O Metrópoles está concorrendo ao 13° Prêmio de Engenho de Comunicação, uma das principais premiações de Brasília. O portal foi indicado em duas categorias: site e cobertura de cidades. Em apenas um ano e dois meses, essa é a 10ª indicação do site a prêmios nacionais e locais de jornalismo.

O portal nasceu em 8 de setembro de 2015 com a missão de apresentar ao leitor conteúdo de qualidade de maneira rápida e precisa. Atualmente são 8 milhões de usuários únicos e 20 milhões de visualizações de página por mês — além de 1,7 milhão de curtidas no Facebook. Essas conquistas provam que a equipe de 100 jornalistas e colaboradores do veículo cumpriu a vocação de fazer um cobertura de fôlego do Distrito Federal.

Concorrem ao lado do Metrópoles, na categoria site, os portais Jota e G1 e, na categoria cobertura de Cidades, o Correio Braziliense e, novamente, o G1.

Para compor o júri, foram escolhidos importantes representantes da sociedade civil como Torquato Jardim, ministro de Estado da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União; Márcio de Freitas, secretário de Comunicação da Presidência da República; Augusto Nardes, ministro do TCU; Adelmir Santana, presidente da Fecomércio-DF; Ana Lúcia Guimarães, coordenadora da comunicação da Unesco no Brasil; João Pignatelli, conselheiro de imprensa da Embaixada de Portugal no Brasil; e Daniella Goulart, coordenadora do curso de jornalismo do IESB.

 Erivelton Viana/Divulgação

Kátia Cubel, criadora e presidente do prêmio

A cerimônia de premiação acontece em 13 de dezembro com um jantar na Embaixada de Portugal, em Brasília. O Prêmio Engenho de Comunicação, desde 2004, premia veículos e jornalistas que produzem notícias na capital federal. “Normalmente, os vencedores dos prêmios nacionais ficam restritos ao eixo Rio-São Paulo. O Engenho vem para solucionar esse desequilíbrio”, avaliou Kátia Cubel, criadora e presidente do prêmio.

Reconhecimento
Apesar do pouco tempo de existência, o Metrópoles conquistou expressivas indicações em prêmios nacionais e locais. Em novembro, o portal venceu a categoria Internet do prêmio CNT de Jornalismo, com a reportagem “Avisa quando chegar — O assédio que paralisa as mulheres”. A matéria especial traz à luz as consequências do assédio no transporte público. Com números e relatos, expõe o descaso da sociedade e do Estado com o esse crime.

Em setembro, o portal faturou o Prêmio Abracopel de Jornalismo, com a reportagem “Distrito Federal registra alta nos acidentes elétricos em 2016”.

Em julho, sagrou-se vencedor do concurso da Confederação Nacional da Indústria (CNI) de Jornalismo 2016, na categoria Destaque Regional Centro-Oeste. A reportagem selecionada pelos jurados foi “O despertar do Centro-Oeste para a revolução industrial”, que debate o desenvolvimento econômico da região. A matéria Feira dos Importados — A Máfia do Comércio de Rua também foi finalista na mesma categoria e também na categoria Internet.

Em dezembro de 2015, a reportagem especial “Um deserto chamado Distrito Federal” foi escolhida como a melhor cobertura na categoria Utilidade Pública para Internet do 2º Prêmio Bombeiros da Comunicação. Foram avaliadas 867 matérias de veículos impressos, internet, rádio e tevê.

O Metrópoles foi finalista ainda no Prêmio Abear de Jornalismo. A reportagem selecionada, “O céu é para todos“, faz um diagnóstico dos avanços da aviação civil nos últimos anos e elenca os principais desafios do momento atual do setor.

 

 

COMENTE

Metrópoles
comunicar erro à redação

Leia mais: Imprensa