Imposto de Renda: Receita libera consulta ao 1º lote de restituição

A restituição aos trabalhadores, com ano-base 2020, soma R$ 6 bilhões, o maior lote já pago até agora

atualizado 24/05/2021 10:46

Declaração do Imposto de RendaMarcello Casal Jr/ Agência Brasil

A Receita Federal libera nesta segunda-feira (24/5), a partir das 10h, a consulta ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021, que contemplará contribuintes com prioridade legal.

A restituição aos trabalhadores, com ano-base 2020, soma R$ 6 bilhões, a maior quantia já paga até agora, de acordo com a Receita Federal.

O depósito do primeiro lote a 3,4 milhões de contribuintes ocorrerá no dia 31. Consultas podem ser feitas tanto no site da Receita Federal quanto no aplicativo para usuários de smartphones.

Dentre os que se encaixam no primeiro lote, estão mais de 196 mil idosos acima de 80 anos, mais de 1,9 milhão de contribuintes entre 60 e 79 anos, cerca de 127 mil indivíduos com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e mais de 891 mil cidadãos cuja maior fonte de renda é o magistério.

Além dos trabalhadores com prioridade legal, quem entregou as declarações de Imposto de Renda até 28 de fevereiro de 2021 será contemplado no primeiro lote.

Para consultar o primeiro lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021, clique aqui.

Mudança no programa

A prorrogação da entrega da declaração neste ano, até 31 de maio, fez com que todos os vencimentos também fossem adiados. Dessa forma, o sistema já emitirá guias unificadas de recolhimento de impostos (Darf) vinculadas às novas datas previstas. Para baixar a nova versão do PGD/2021, clique aqui.

Apesar de o prazo ter sido prorrogado, o cronograma de pagamento das restituições permanece o mesmo. Quanto antes o contribuinte enviar a declaração, mais cedo receberá a restituição do Imposto de Renda.

O órgão destaca que não há problema em realizar o pagamento até 31 de maio de Darf emitido em 30 de abril. O pagamento poderá ser feito sem qualquer acréscimo.

O que vence dia 31 de maio
  • Darf cota única;
  • Primeira cota;
  • Devolução do auxílio emergencial;
  • Doação relativa ao Estatuto da Criança e do Adolescente;
  • Doação relativa aos fundos controlados pelos conselhos do Idoso.

A Receita esclareceu ainda que, após o dia 30 de abril, os débitos aparecerão como vencidos no Portal e-CAC, mas nas contas bancárias terá a data alterada para o último dia de maio.

Últimas notícias