IML identifica 60 cápsulas de cocaína em cadáver de venezuelana

De acordo com o hospital que atendeu a paciente, ela foi deixada no local por um taxista

Reprodução/Manaus AlertaReprodução/Manaus Alerta

atualizado 15/12/2019 16:11

Uma venezuelana de 43 anos, que não teve o nome revelado, morreu na noite dessa sexta-feira (13/12/2019) após uma inflamação no abdômen. Após necropsia realizada no Instituto Médico Legal (IML), foi constatado que o problema foi causado por 60 cápsulas de cocaína que estavam no estômago da mulher.

Segundo informações de um hospital particular, no centro de Manaus (AM), a mulher foi deixada sozinha em frente à unidade de saúde, levada por um taxista.

O caso foi enviado ao Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil do Amazonas.

Leia a reportagem completa no Manaus Alerta, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias