Ibope: maioria no Brasil é contra a flexibilização das regras de armas

Apenas 31% acham que armar mais pessoas tornaria sociedade mais segura. Trecho da pesquisa foi divulgado pelo jornal O Globo

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 03/06/2019 12:26

Uma pesquisa do Ibope, divulgada neste domingo (02/06/2019), mostra que a maioria dos brasileiros é contra a flexibilização da posse e do porte de armas. De acordo com o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, 61% dos entrevistados são contra afrouxar as regras de posse e 73% se mostraram desfavoráveis sobre facilitar a aquisição do porte de armas. A rejeição, segundo o jornalista, é maior em áreas da periferia do país e entre mulheres. 

Em cinco meses, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) editou três decretos para flexibilizar a posse e o porte de armas no Brasil. Essa foi uma de suas principais promessas de campanha.

País dividido

Apenas 37% dos entrevistados, conforme apontou o levantamento do Ibope, disseram ser favoráveis à flexibilização da posse de arma de fogo.

Sete em cada 10 pessoas ouvidas nas periferias brasileiras discordaram da flexibilização. Entre os que ganham mais de cinco salários mínimos, 53% apoiam o afrouxamento das regras.

Na região Sul, a mais aderente à medida, há empate técnico: 48% a favor e 51% contra.

Últimas notícias