HQ que Crivella mandou recolher se esgota em 29 minutos na Bienal

Gibi mostra os personagens Wiccano e Hulkling como namorados. Prefeito do Rio tentou censurar conteúdo

reproduçãoreprodução

atualizado 06/09/2019 13:59

Após polêmica com o prefeito do Rio de Janeiro (RJ), Marcelo Crivella, exemplares do quadrinho Vingadores – A Cruzada das Crianças esgotaram em apenas 29 minutos na Bienal do Livro, de acordo com informações de O Dia. O evento foi aberto nesta sexta-feira (06/09/2019), no Riocentro.

Crivella divulgou vídeo nas redes sociais, na noite de quinta-feira (05/09/2019), determinando que retirassem os exemplares do evento por trazerem “conteúdo sexual para menores”. “Livros assim precisam estar embalados em plásticos pretos, lacrados e do lado de fora avisando o conteúdo”, defendeu.

Lançada em 2010, a obra não é destinada ao público infantil. A história mostra os personagens Wiccano e Hulkling como namorados. A Marvel não participa da Bienal com estande, mas os livros estão à venda com outros expositores.

A Bienal do Livro do Rio de Janeiro respondeu ao pedido do prefeito. O evento afirmou que é um direito do consumidor solicitar a troca de um produto que ele comprou e não gostou, como prevê o Código de Defesa do Consumidor.

Este é um festival plural, onde todos são bem-vindos e estão representados”, disse a Bienal por meio de nota. A decisão, portanto, foi de não recolher o material.

Últimas notícias