Homem que se passou por médico para aplicar golpe do Pix é preso em GO

Segundo a PCGO, o investigado criou um perfil em um app de mensagens para pedir que os familiares da vítima fizessem transferência

atualizado 16/06/2021 23:45

goias golpe pixDivulgação/PCGO

Goiânia – Um homem de 31 anos foi preso, na capital goiana, suspeito de se passar por um médico de Minas Gerais para aplicar o “golpe do novo número”. De acordo com a Polícia Civil de Goiás (PCGO), o investigado criou um perfil profissional para a vítima, em um aplicativo de troca de mensagens, no qual ele pediu transferência de dinheiro, R$ 5 mil, via PIX, para os pais dele.

Segundo a corporação, a família do médico desconfiou da situação, percebeu que se tratava de um golpe e acionou a Polícia.

O investigado foi preso em flagrante na tarde dessa terça-feira (15/6), por estelionato tentado, na modalidade fraude eletrônica. O homem foi detido na casa dele, no Setor Jardim Atlântico.

0

“Ele entrou em contato com a mãe do médico e afirmou que estava usando esse novo número e que precisava da quantia para fazer um pagamento urgente. Pediu que fosse um Pix naquele valor, só que a pessoa desconfiou e acionou a polícia”, disse o delegado responsável pelo caso, Olemar Santiago, ao portal G1.

De acordo com o delegado, a polícia chegou até o criminoso por meio da chave Pix que ele informou na conversa de WhatsApp quando entrou em contato com a vítima.

Ainda segundo Olemar Santiago, durante depoimento o investigado negou o crime. Ele não teve o nome divulgado e inquérito deve ser concluído em 10 dias.

Últimas notícias