Homem que matou cachorro a tiros é servidor da segurança pública de Goiás

O funcionário público havia dito às autoridades que agiu em "legítima defesa", porque sentiu que o ania iria atacá-lo

atualizado 30/09/2020 16:45

homem atira e atinge cão Gerente; animal acabou morrendo em AnápolisReprodução/ TV Anhanguera

O homem que matou um cachorro a tiros em Anápolis (GO) é servidor da segurança pública do estado, segundo informações da Polícia Civil. Ele havia dito às autoridades que agiu em “legítima defesa”, porque sentiu que o animal iria atacá-lo.

“Ele foi ouvido e alegou que estava fazendo uma caminhada. Estava armado e o cachorro foi na direção dele, conforme as imagens. Ele fala que sentiu que o cachorro ia atacá-lo, por isso atirou”, explicou o delegado responsável pelo caso, Carlos Antônio, ao G1. 

O caso foi registrado na Polícia Civil pelo dono do animal e pela responsável por uma ONG de defesa dos animais na sexta-feira (25/9), após o crime. O suspeito ainda afirmou que, após atirar contra o cachorro, saiu correndo “por medo de um confronto”.

Conforme a corporação, o caso está sendo investigado e, se for comprovado que houve abuso por parte do funcionário público, ele pode responder pelo crime de maus-tratos. Em relação à arma usada, o delegado informou que o suspeito tinha registro e posse.

Inquérito aberto

A Secretaria de Segurança Pública (SSPGO) se recusou a fornecer qualquer informação sobre a identidade do sujeito e a corporação na qual ele trabalha. Em nota, o órgão informou que cabe à Polícia Civil realizar a investigação das ocorrências criminosas.

“Nesse sentido, um inquérito sobre o caso já foi instaurado pela instituição, para apuração dos fatos. O trabalho investigativo está sendo realizado com absoluto rigor”, destacou.

Últimas notícias