Homem preso por morte ameaçou polícia nas redes: “Meto bala na Civil”

Suspeito de matar jovem de 21 anos em Bom Jesus de Goiás, em maio de 2021, usou o Facebook para ameaçar investigadores: "Meto bala na Civil"

atualizado 03/08/2021 15:10

ameaça policia civil goiasReprodução/PCGO

Goiânia – Um homem suspeito de participar do homicídio de um jovem de 21 anos, em Bom Jesus de Goiás, foi preso com outros dois comparsas na manhã desta terça-feira (3/8). Ele chegou a ameaçar policiais civis pelas redes sociais.

O suspeito utilizou sua conta no Facebook para atacar a polícia. Os investigadores localizaram o ataque, feito no formato de uma rima, quando apuravam o homicídio.

“Não tem tintas acrílicas, nem suvinil, sé macaco loko, meto bala na civil”, escreveu o suspeito de homicídio.

A vítima de 21 anos foi morta com diversos disparos de arma de fogo, no bairro Luis Carlos de Oliveira, em maio de 2021. Uma outra pessoa foi atingida com um tiro de raspão, no momento do crime.

0

O delegado de Bom Jesus, Gustavo Mendes, explica que os termos acrílica e “suvinil” foram utilizados para rimar com “civil”. Na casa do suspeito foram encontradas porções de drogas e uma balança de precisão.

Prisões

A Polícia Civil prendeu três pessoas preventivamente por suspeita de envolvimento com o crime. Uma quarta pessoa foi presa em flagrante por porte ilegal de arma.

Também foram apreendidas porções de maconha, cocaína, munições e duas armas de fogo, nas casas dos suspeitos. As prisões ocorreram em Bom Jesus e Edéia (GO).

Participaram da operação policiais de Bom Jesus, Morrinhos, Caldas Novas e Goiatuba.

Últimas notícias