De hidratação a pizza grátis: veja como empresas incentivam vacinação

Campanhas têm intuito de atrair os céticos da vacina e garantir a segurança da população para que os negócios voltem a funcionar normalmente

atualizado 26/07/2021 20:18

Dia Mundial da PizzaGetúlio Moraes/Unsplash

Para incentivar a imunização, empresas dos mais variados setores decidiram investir em presentes a clientes e funcionários que já tenham tomado a 2ª dose da vacina contra a Covid-19. Entre os mimos ofertados pelos empregadores brasileiros, estão pizzas grátis, hidratação de cabelo e até folga aos colaboradores. Mas não foi só o Brasil que pensou nas promoções para atrair os céticos da vacina. No exterior, outras ideias, como sorteio de dinheiro, piercings e cupons de compras, estão pipocando.

Em Curitiba, por exemplo, um salão de beleza resolveu oferecer um serviço gratuito para quem apresentar o cartão de vacinação e tiver tomado as duas doses da vacina: hidratação de cabelo. O sócio-proprietário do Expert Beauty Center, Adir Hillani, contou que a iniciativa tem o intuito de garantir a segurança da população, para que os estabelecimentos possam funcionar normalmente.

“Desde o começo da campanha de vacinação, estamos sempre lembrando nossos colaboradores e clientes que é preciso procurar a imunização quando for sua faixa etária, porque, dessa forma, estamos contribuindo para a melhoria das condições de saúde da nossa população e também podemos retomar nossas atividades com ainda mais segurança”, disse.

A diretora administrativa da rede, Mellany Hillani, reforçou a posição da empresa. “Queremos que cada vez mais pessoas estejam imunizadas para que em breve possamos retomar a nossa rotina dentro da normalidade possível. Acreditamos que assim estamos oferecendo não apenas um momento de beleza, mas também de bem-estar para as nossas clientes”, destacou.

Pizza grátis

Seguindo essa mesma linha, a rede de pizzarias Domino’s decidiu fazer uma campanha de incentivo à imunização, oferecendo pizza grátis para os que tiverem sido vacinados por completo, com as duas doses da vacina.

Para ganhar o produto, é preciso entrar em contato com o DOM, o assistente virtual da empresa, enviar uma selfie com o cartão de vacinação, mostrando que a segunda dose foi tomada. A partir de então, o cliente recebe o cupom para, na compra de uma pizza, receber outra de graça.

Em nota, a CMO da Domino’s, Flávia Molina, afirmou que as companhias “devem se unir para incentivar a campanha de vacinação usando suas melhores estratégias”.

Folga aos funcionários

O Carrefour Brasil criou um programa de incentivo à vacinação para os seus mais de 35 mil colaboradores que trabalham na operação de lojas, postos e centros de distribuição. Quem for imunizado com a primeira ou a segunda dose da vacina contra a Covid-19 terá direito a um dia de folga para cada aplicação.

A empresa diz que, desde o começo da pandemia, vem tomando medidas de segurança para seus colaboradores e clientes, e as medidas resultaram na certificação do selo internacional My Care, que atesta a eficácia e qualidade das medidas adotadas. Logo no surgimento do coronavírus, por exemplo, todos os funcionários com comorbidades foram afastados, como forma de preservar a saúde.

Joias, cupons de compra e até lagostas

Pelo mundo afora, autoridades e empresas também tentam estimular a vacinação em troca de presentes. Nos Estados Unidos, por exemplo, a campanha voltada aos que estão com receio ou são contra a vacina está a todo o vapor. Por lá, os brindes são variados e vão de cigarro de maconha até quilo de lagosta.

Ohio está distribuindo 1 milhão de dólares por semana entre os vacinados. Nova York permitiu que uma entidade oferecesse um cigarro de maconha de graça para todos que tomassem a primeira dose. O Maine, por sua vez, concede gratuitamente licenças de caça para vacinados, e há poucos dias uma campanha da cidade de Nova Orleans (na Louisiana) ficou famosa oferecendo meio quilo de lagosta grátis para cada injeção.

Image

Em Rajkot, na Índia, joalheiros distribuem piercings dourados para vacinados. Na Rússia e na Sérvia, quem é imunizado recebe copons de compras. Já na Transilvânia romena é possível até mesmo garantir uma dose no Castelo do Drácula, com diploma de imortalidade incluso.

Segundo anúncio do castelo nas redes sociais, basta receber a dose da Pfizer em um centro instalado no local para ter acesso gratuito à famosa exposição de ferramentas de tortura medievais.

Últimas notícias