Governo federal anuncia volta dos cruzeiros marítimos ao Brasil

Portaria será publicada nos próximos dias, segundo o Ministério do Turismo divulgou neste sábado (2/10)

atualizado 02/10/2021 23:05

O Ministério do Turismo informou, neste sábado (2/10), que publicará uma portaria que autoriza o retorno dos cruzeiros à costa brasileira, dando início à temporada 2021/2022. Segundo a pasta, o texto será publicado nos “próximos dias”.

“A próxima etapa consiste no detalhamento e definição dos protocolos sanitários por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que deverão ser anunciados em breve”, explicou.

Dessa maneira, os cruzeiros voltarão a navegar no país entre novembro de 2021 e abril de 2022.

O ministério estima que a retomada dos cruzeiros deverá gerar cerca de 35 mil empregos e injetar R$ 2,5 bilhões na economia nacional, 11% maior do que o registrado na última estação (2019/2020).

0

“Pessoal, estamos aqui em Dubai e aqui já começou a temporada de navios de cruzeiros. Em primeira mão, vou dar a notícia que teremos cruzeiros marítimos no Brasil este ano: a temporada está autorizada pelo governo”, disse o ministro do Turismo, Gilson Machado, em vídeo publicado em uma rede social. Ele está em Dubai, nos Emirados Árabes, pois participa da ExpoDubai.

Entre as principais medidas adotadas e que deverão ser definidas pela Anvisa no Brasil estão:

  • testes de Covid-19 pré-embarque em todos os hóspedes, com triagem rigorosa;
  • tripulantes vacinados, com três testes antes de entrar em serviço e quarentena;
  • uso de máscaras, distanciamento, ocupação reduzida, ar fresco sem recirculação, desinfecção e higienização constantes;
  • as excursões seguirão os protocolos das Companhias Marítimas e dos municípios.

Para a temporada 2021/2022, estão previstas sete embarcações, responsáveis por disponibilizar mais de 566 mil leitos. Essa é a maior oferta dos últimos quatro anos. São cerca de 35 mil leitos a mais do que a última temporada de 2019/2020.

Além disso, projeta-se cerca de 130 roteiros e 570 escalas em destinos nacionais, como Rio de Janeiro, Santos, Salvador, Angra dos Reis, Balneário Camboriú, Búzios, Cabo Frio, Fortaleza, Ilha Grande, Ilhabela, Ilhéus, Itajaí, Maceió, Porto Belo, Recife e Ubatuba.

Últimas notícias