Governo de SP recebe da China 2 milhões de doses da Coronavac

Esta é a terceira remessa de imunizantes enviados pela empresa Sinovac ao governo paulista

atualizado 18/12/2020 10:23

Doria recebe doses da CoronavacFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O governador de São Paulo, João Doria, recebeu na manhã desta sexta-feira (18/12) um lote com dois milhões de doses da Coronavac, enviado pela farmacêutica chinesa Sinovac.

A expectativa do Instituto Butantan, que produz a vacina em parceria com a Sinovac, é de ter 46 milhões de doses do imunizante no início do próximo ano.

0

No último dia 3, o Butantan recebeu 600 litros de matéria-prima, suficientes para produzir cerca de um milhão de doses. Antes, em 19 de dezembro, o instituto já havia recebido 120 mil doses prontas.

Mais insumos e doses prontas devem chegar nos próximos dias. Ao todo, o Governo de São Paulo espera receber seis milhões de doses envasadas e matéria-prima suficiente para produzir 40 milhões.

Para iniciar a vacinação em janeiro, o Governo de São Paulo prevê que serão necessárias 18 milhões de doses do imunizante.

Desde a semana passada, a fábrica do Butantan está funcionando 24 horas por dia e sete dias por semana na produção da Coronavac. Foram contratados 120 novos profissionais para reforçar a equipe.

A meta, de acordo com o instituto, é produzir a capacidade máxima de um milhão de doses por dia.

Últimas notícias