Goiás: PRF resgata ao menos 300 pássaros amontoados em sacos; vídeo

Segundo a corporação, as aves seriam levadas por 1,3 mil km, de Goiás para São Paulo; após o resgate, eles foram encaminhados ao Ibama

atualizado 15/04/2021 16:25

goias prf apreende cerca de 300 aves silvestres amontoadas dentro de veículoDivulgação/PRF-GO

Goiânia – Cerca de 300 aves silvestres que estavam amontoadas em sacos e gaiolas foram resgatadas na manhã desta quinta-feira (15/4), na BR-153, em Hidrolândia, na região metropolitana da capital goiana. As aves eram transportados no interior de um veículo.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, responsável pelo resgate, a abordagem ao carro de passeio, ocupado por dois homens, foi feita no posto policial da rodovia. No momento da vistoria, os agentes notaram um movimento estranho em sacos de batata que estava no banco traseiro do carro.

Em seguida, os policiais conseguiram ver as gaiolas com os pássaros no assoalho do veículo.

Veja o vídeo:

Segundo a corporação, foram identificadas aves silvestres como canários e pássaros-pretos. Os homens, de 43 e 47 anos, informaram que os pássaros haviam sido coletados na região nordeste de Goiás, na divisa com a Bahia, e seriam comercializados na capital paulista.

Os animais percorreriam todo o trajeto até São Paulo, cerca de 1.300 km, amontoados nas gaiolas e nos sacos abafados. Após o resgate, eles foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), em Goiânia.

Os dois homens foram presos.

0
Mais de mil

No início deste mês, duas pessoas foram presas na região nordeste de Goiás, após serem flagradas em um veículo com mais de mil aves silvestres, além de fármacos utilizados para controlar o sistema nervoso dos pássaros. O caso ocorreu no município de Posse, a 514 km de Goiânia. A maior parte das aves é da espécie conhecida como canário-da-terra.

Segundo os policiais, os suspeitos confirmaram a quantidade de pássaros de diversas espécies apreendidos, distribuídos em 12 gaiolas de tamanhos variados. Eles teriam dito, ainda, que venderiam as aves por R$ 150 mil. Alguns dos pássaros estavam feridos.

Durante a abordagem, segundo a PMGO, os proprietários do veículo disseram não ter autorização para transporte dos animais. À polícia, eles teriam dito que os pássaros foram comprados de várias pessoas em diversas cidades goianas.

De acordo com a polícia, o suspeitos tentaram fugir no veículo ao longo 12 quilômetros, depois de receberem ordem para parar, mas, em seguida, desistiram e se renderam. Eles disseram que seguiriam de Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal, para o Rio Grande do Norte.

Os autores foram autuados conforme a Lei de Crime Ambiental.

Mais lidas
Últimas notícias