PMGO flagra suspeitos em veículo com mil aves amontoadas em 12 gaiolas

Suspeita é de que pássaros silvestres seriam vendidos em mercado clandestino por R$ 150 mil no Rio Grande do Norte

atualizado 08/04/2021 12:31

Divulgação: PMGO

Goiânia – Duas pessoas foram presas, nesta quinta-feira (8/4), após serem flagradas em um veículo com 1 mil pássaros silvestres e fármacos utilizados para controlar o sistema nervoso das aves, na cidade de Posse, no nordeste de Goiás, a 514 quilômetros de Goiânia.

A maior parte das aves é da espécie conhecida como canário-da-terra.

Os nomes dos suspeitos e as características do veículo não foram divulgados pela equipe do Comando de Operações de Divisas (COD) da Polícia Militar de Goiás (PMGO), que realizou a operação.

0

Segundo os policiais, os suspeitos confirmaram a quantidade de pássaros de diversas espécies apreendidos, distribuídos em 12 gaiolas de tamanhos variados. Eles teriam dito, ainda, que venderiam as aves por R$ 150 mil. Alguns dos pássaros estavam feridos.

Tentativa de fuga

De acordo com a polícia, o suspeitos tentaram fugir no veículo ao longo 12 quilômetros, depois de receberem ordem para parar, mas, em seguida, desistiram e se renderam. Eles disseram que seguiriam de Valparaíso, no Entorno do Distrito Federal, para o Rio Grande do Norte.

Ao realizarem busca e identificação veicular, os policiais localizaram no interior do veículo diversas espécies de aves silvestres e fármacos utilizados para ação no sistema nervoso dos animais.

Durante a abordagem, segundo a PMGO, os proprietários do veículo disseram não ter autorização para transporte dos animais. À polícia, eles teriam dito que os pássaros foram comprados de várias pessoas em diversas cidades goianas.

Os autores foram autuados conforme a Lei de Crime Ambiental.

Últimas notícias