GO: infecção por Covid afastou 485 servidores estaduais em janeiro

Número é sete vezes maior do que em dezembro, que registrou 67 afastamentos em decorrência de Covid entre servidores do estado de Goiás

atualizado 20/01/2022 10:53

Divulgação

Goiânia – Goiás registrou um grande aumento de casos da Covid-19 entre servidores estaduais nos primeiros dias de janeiro de 2021. Entre os dias 3 e 14 deste mês, 485 funcionários iniciaram o período de licença médica após diagnósticos positivos para Covid.

Durante todo o mês de dezembro, foram 67 afastamentos do mesmo tipo – número sete vezes menor. No mês de novembro, 70 funcionários recorreram a licenças médicas pelo mesmo motivo.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

Atualmente, Goiás tem 86,7 mil servidores ativos entre efetivos, requisitados, comissionados e temporários. As informações foram repassadas ao Metrópoles pela Secretaria de Estado da Administração (Sead).

O órgão informou que tem trabalhado o mais rápido possível para avaliar, deferir e homologar essas licenças médicas por Covid-19.

Trabalho remoto

Atualmente, não há orientação para retomar o trabalho em home office. O Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público (Sindpúblico) tem defendido a retomada do trabalho remoto com a escalada da Ômicron no país.

A entidade chegou a entrar com uma ação na Justiça para ter no trabalho presencial apenas o quantitativo de servidores necessários para atendimento do público. No entanto, a solicitação foi negada pelo Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO).

Mais lidas
Últimas notícias