GO: fiscais multam 186 pessoas por aglomerações e falta de máscara

As autuações ocorreram na madrugada deste domingo (23/5), em Aparecida de Goiânia; outros 26 estabelecimentos também foram visitados

atualizado 23/05/2021 17:27

goias distribuidora de bebidas provoca aglomeraçãoDivulgação

Goiânia – Uma operação realizada na madrugada deste domingo (23/5) por fiscais da prefeitura de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital goiana, autuou 186 pessoas por não usarem máscaras de proteção facial e promoverem aglomerações. Os agentes apreenderam três carros de som automotivo e encerrou duas festas clandestinas. Dos 26 estabelecimentos visitados pela equipe, sete foram fechado e multados.

Em uma única distribuidora de bebidas, no setor Alto Paraíso, 150 pessoas receberam multas no valor de R$ 111, cada uma. O grupo não estava usando máscara de proteção facial e causava aglomeração em espaço fechado. No mesmo local, três carros com som automotivo foram apreendidos por perturbação do sossego.

As equipes ainda autuaram e fecharam duas distribuidoras, no Jardim Florença e no Jardim Tiradentes, por falta de documentação para funcionamento, e por promoverem aglomeração de pessoas. A fiscalização também interrompeu duas festas clandestinas nos setores Jardim Tiradentes e Papillon Park. Nestes pontos, 36 pessoas foram multadas por não usarem máscara de proteção facial.

Matriz de risco

De acordo com a prefeitura da cidade, Aparecida está na matriz de risco baixo para a transmissão do novo coronavírus, indicado pelo cenário verde. No entanto, o município segue com medidas restritivas para o controle da pandemia no município, como o isolamento social intermitente por escalonamento regional das atividades econômicas. Os comércios não essenciais fecham uma vez por semana, conforme a macrozona em que se encontram e a cada dia, de segunda a sexta, fecham duas das dez macrozonas da cidade.

Festas, eventos e shows com música ao vivo continuam suspensos na cidade. A fiscalização municipal atua no combate a eventos clandestinos e todas infrações que ferem a Portaria que estabelece regras de isolamento social no município.

A força tarefa de fiscalização em Aparecida é realizada em ação conjunta por fiscais das secretarias da Fazenda, Meio Ambiente (Semma), Planejamento e Regulação Urbana, agentes da Vigilância Sanitária e da Guarda Civil Municipal (GCM).

Últimas notícias