Ginasta Jackelyne Silva morreu após ter parada cardíaca, diz técnico

Segundo Danilo Bornea, a atleta teve uma convulsão antes de ser internada e, posteriormente, faleceu. O enterro será nesta sexta-feira (18)

Ricardo Bufolin/CBG/Divulgação

atualizado 18/01/2019 10:54

Antes de morrer, a ginasta Jackelyne da Silva, de 17 anos, teve uma convulsão e, em seguida, sofreu uma parada cardíaca. As informações foram reveladas pelo técnico da atleta, Danilo Bornea, em entrevista ao site Uol.

Conforme relato do preparador de Jackelyne, os problemas de saúde começaram ainda no fim de semana. “A Jack teve algum problema, parece que de convulsão, acho que domingo, duas vezes. E ela foi para o hospital, medicada. Eu não sei bem direito. Ontem [quarta] teve mais uma convulsão, teve uma parada cardíaca e veio falecer”, afirmou à reportagem.

A jovem morreu na última quarta-feira (16/1). As causas do falecimento da atleta não foram informadas pela família ou pelo hospital. A morte foi confirmada pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), por meio de postagem nas redes sociais.

“Recebemos com tristeza a notícia do falecimento da atleta de ginástica artística do clube do Pinheiros, Jackelyne da Silva. Nos solidarizamos com os familiares, amigos e técnicos. Ficam, agora, as boas recordações da ginasta fazendo o que mais amava”, postou a CBG, junto com um vídeo da atleta em uma competição.

Jackelyne da Silva fazia parte do time de ginástica artística do Clube Pinheiros. Além disso, ela também integrou a seleção brasileira nas categorias juvenis. O enterro de Jackelyne será nesta sexta-feira (18), na cidade de São Paulo, onde vivia com a família.

Últimas notícias