Garçons denunciam comentários racistas: “Pretos sujos”

De acordo com o dono do local, o ex-Master Chef Brasil Dário Costa, o cliente agiu de forma grosseira desde o início do atendimento

atualizado 31/01/2020 10:19

divulgação

Funcionários do restaurante Madê, em Santos (SP), foram alvo de comentários racistas na última terça-feira (28/01/2020), conforme relatou o dono do estabelecimento, o chef Dário Costa, semifinalista do programa Master Chef Brasil.

O cozinheiro ainda teria sido chamado de “idiota” pelo agressor, que destacou que o restaurante só tinha negros na equipe.

Em rede social, Dário contou, nessa quinta-feira (30/01/2020), que o homem, identificado apenas como José, chegou ao restaurante acompanhado da mulher e do neto.

“Desde o início do atendimento, ele foi completamente grosso. Começou dizendo que não queria ser atendido por uma mulher. Posterior a isso, começou a promover diversos insultos racistas contra a galera da equipe, os atendentes, os chamando de ‘pretinho’, ‘preto sujo’, ‘negrinho’. Isso pedindo comida e bebida”, relatou o chef.

O episódio gerou uma confusão no restaurante. Clientes se sentiram ofendidos e o neto do agressor começou a chorar.

“Até ele sair do restaurante gritando na rua que era todo mundo preto, que eram pretinhos, que ele que estava pagando então ele mandava; que era cliente e então tinha razão”, prosseguiu o cozinheiro.

Dário disse ainda que vai entrar com um processo na Justiça por danos morais contra José.

Últimas notícias