Gamer acusado de estupro atraía crianças com vídeos sobre Fortnite

Gamer "Raulzito" foi preso nesta terça (27) em Santa Catarina. Acusações de estupro estão relacionadas a duas crianças, no RJ e em SP

atualizado 27/07/2021 12:38

Gamer RaulzitoReprodução

Uma investigação da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) do Rio de Janeiro resultou na acusação de estupro e prisão, na manhã desta terça-feira (27/08), do youtuber Raulino de Oliveira Maciel, conhecido como “Raulzito”.

Com mais de 200 mil seguidores no Instagram, o influenciador digital foi preso na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina. Nas redes sociais, ele atraía seguidores postando, principalmente, vídeos e conteúdos relacionados ao jogo Fortnite.

De acordo com a Polícia Civil do Rio, Raulzito fazia contatos com crianças por meio da rede social e sinalizava a possibilidade de trabalhos na TV. Em um segundo momento, tentava agendar encontros pessoais.

Duas vítimas relataram abusos praticados pelo influenciador, segundo informações repassadas pela polícia ao G1. Uma morava em Niterói (RJ) e outra em São Caetano do Sul (SP). A mãe de um dos menores descreveu à equipe de investigação o relato de seu filho sobre os abusos sofridos. A outra vítima chegou a comparecer à sede da DCAV para prestar depoimento.

O Metrópoles ainda não conseguiu contato com a defesa de Raulzito.

Últimas notícias