metropoles.com

Fux, presidente do STF, volta a suspender eleição indireta em Alagoas

Tema será analisado no julgamento de outra ação, protocolada pelo PP simultaneamente e sorteada ao ministro Gilmar Mendes

atualizado

Compartilhar notícia

Reprodução/ Youtube STF
ministro Luiz Fux
1 de 1 ministro Luiz Fux - Foto: Reprodução/ Youtube STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, mandou suspender, neste domingo (1º/5), decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) que, dois dias antes, autorizou a eleição indireta para governador e vice no estado. A decisão atende, por cautela, o pedido do diretório local do PSB, que questiona as regras do pleito.

A eleição foi parar na Justiça em abril deste ano, depois de o então governador Renan Filho (MDB) renunciar ao cargo para concorrer ao Senado Federal nas eleições de outubro. O estado também não tem vice desde que Luciano Barbosa (MDB) foi eleito prefeito de Arapiraca, a 128 km de Maceió.

A eleição para governador e vice, com votação de deputados estaduais, estava prevista para esta segunda-feira (2/5), a partir das 10 horas, e já havia sido suspensa por decisão da primeira instância da Justiça de Alagoas na semana passada. No entanto, na última sexta-feira (29/4), a três dias do pleito, o TJ liberou a disputa.

Em sua decisão, Fux considerou “o risco de perecimento do direito” até que o relator sorteado de outra ação apresentada simultaneamente pelo Partido Progressista (PP) analise detalhadamente o caso. O outro pedido está na ação chamada de Arguição de descumprimento de preceito fundamental nº 969.

Gilmar Mendes

O relator sorteado foi o ministro Gilmar Mendes que, como juiz natural da causa, poderá tomar nova decisão sobre as eleições indiretas a qualquer momento.

Na noite de sexta-feira, o Diário Oficial Eletrônico da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) publicou a relação com os inscritos aos cargos de governador e vice-governador de Alagoas, junto da documentação apresentada por eles.

No total, foram registradas 24 candidaturas: 16 para chefe do Executivo estadual e 8 para vice. Com a publicação, também foi aberto o prazo de 48 horas para impugnação dos pedidos, que deveriam ser submetidos à mesa diretora.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações