Funcionário de autoescola é preso por lesar alunos em Goiás

Suspeito dava sua conta para depósitos de taxas para tirar CNH, mas processo nunca era aberto; golpe soma entre R$ 30 mil e R$ 40 mil

atualizado 19/07/2021 13:34

Funcionário Autoescola GoiâniaPolícia Civil de Goiás

Goiânia – Um funcionário de uma autoescola de Goiânia foi preso, nesta segunda-feira (19/7), pela suspeita de enganar 24 pessoas que pretendiam tirar a permissão para dirigir. Ele fingia que era dono do estabelecimento e pedia que os alunos depositassem valores na sua conta.

O suspeito tem 36 anos e foi preso preventivamente pela Polícia Civil de Goiás em Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia (RMG). Ele não trabalha mais na autoescola. A soma dos desvios é estimada entre R$ 30 mil e R$ 40 mil, segundo o delegado Guilherme Conde.

De acordo com as investigações, o ex-funcionário aplicou golpes durante cerca de oito meses. Os alunos enganados começaram a desconfiar da demora no processo para obter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ligaram na autoescola.

O ex-funcionário parou de atender ligações e fugiu, depois que foi descoberto pelos alunos e pela autoescola. Ele foi localizado após apuração da 23ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) da capital.

Além de preso, o suspeito teve o seu celular apreendido, que deve ser periciado na busca de provas. O inquérito ainda será finalizado e enviado para o Ministério Público.

Mais lidas
Últimas notícias