Fósseis são encontrados na casa de padre que roubou objetos de igreja

Uma testemunha percebeu que os objetos roubados estavam sendo usados na celebração de missas na nova paróquia onde o padre atuava

atualizado 19/08/2021 9:47

Fósseis são apreendidos na casa de padreReprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte apreendeu 68 fósseis na casa de um padre investigado por roubo de artigos religiosos de uma igreja no estado. Os objetos históricos eram da região do Cariri, no Ceará, mas estavam na residência do pároco, em Currais Novos (RN), onde ele atuava na capela Santa Tereza D’Ávila.

Os fósseis foram encaminhados à Polícia Federal. Agora, o material deve seguir para a Universidade Regional do Cariri, que emitiu um ofício pedindo que o material sua posse.

O padre foi afastado de sua atividades e sua permissão para celebrar missas no Rio Grande do Norte foi revogada, segundo o G1,. A Polícia Civil instaurou um inquérito policial para investigar o desaparecimento dos artigos religiosos roubados da igreja.

De acordo com a Polícia Civil do RN, em março deste ano, a igreja percebeu a ausência de um crucifixo de duas faces, seis castiçais, dois jarros de prata, um missal em latim, um véu de ombro e quatro toalhas de altar. Além disso, outros objetos haviam sido substituídos por outros de qualidade inferior.

O padre deixou a igreja após a constatação dos desaparecimentos e seguiu para Natal, onde atuou em outra capela. Uma testemunha, então, notou em transmissões das missas realizadas pelo padre que alguns objetos utilizados na celebração eram os que haviam desaparecido da paróquia potiguar.

Mais lidas
Últimas notícias