Depois de o governo federal anunciar um pacote de medidas aos caminhoneiros, que ameaçam uma nova paralisação, a Caixa Econômica Federal divulgou condições especiais de empréstimos e serviços para esse público. A partir desta quarta-feira (17/04/19), o banco público disponibiliza a linha de crédito BNDES Finame, destinada à aquisição de máquinas e equipamentos novos, além de ônibus e caminhões, que pode agora chegar a 100% do valor do bem. Nas condições anteriores, o financiamento estava limitado a 80% do valor.

O pacote de vantagens da Caixa, conforme nota do banco à imprensa, também inclui uma modalidade de capital de giro (recursos do PIS) com taxas a partir de 0,83% ao mês, isenção de IOF e prazo de até 24 meses.

Para essa operação, o banco público destinou o valor de R$ 5 milhões mensais, que serão ofertados exclusivamente ao setor de transportes.

Quem optar por abrir uma conta na Caixa também terá isenção das taxas de prestação de serviços, que tradicionalmente são cobradas por grandes instituições financeiras de varejo.

Na manhã dessa terça (16/04/19), com o intuito de evitar futuras paralisações, o governo anunciou medidas para o setor de transportes rodoviários Entre elas está a criação de uma linha de crédito de até R$ 30 mil para caminhoneiros autônomos que vai permitir a compra de pneus e a manutenção dos veículos.

Cartão-combustível
Está prevista a reserva de R$ 2 bilhões para a conclusão de obras e a manutenção de rodovias por todo o Brasil. O governo também quer criar o cartão-combustível, em parceria com a Petrobras, para agilizar o abastecimento dos caminhões. Porém, a medida ainda está em estudo e não foi oficialmente anunciada.