Família acusa hospital no RJ de negligência médica: “Enterrei minha filha”

Segundo a mãe, a menina faleceu após os médicos receitarem diversos remédios, apontarem diferentes diagnósticos, sem realizar muitos exames

atualizado 15/09/2020 17:11

Scarlatt Oliveira Pralon, de 28 anos, acusa o Hospital Getúlio Vargas Filho, de Niterói, de negligência médica diante da morte de sua filha, Myrella Oliveira Ferreira, de 1 ano de idade, que morreu no dia 8 de setembro após buscar atendimento em diversos hospitais além do Getulhinho. “Enterrei minha filha, perdi meu anjinho, ela tinha acabado de completar um ano. Foram muitas coisas ruins que aconteceram ali dentro e sei que houve descaso”, relata.

Até o momento, Scarlatt ainda não fez um boletim de ocorrência do caso, pois aguarda o prontuário médico de sua filha. No entanto, ela já está reunindo provas do que ocorreu. A dor de perder sua filha com apenas um ano de vida foi arrebatadora para ela. “Eles deram tantos medicamentos para ela, que eu nem sei. Foi muito ruim. Passei muito mal”, disse ela relembrando o momento no qual sua filha faleceu.

Leia mais em O São Gonçalo, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias