Ex-governador de MG Fernando Pimentel é absolvido por unanimidade

Processo que acusa petista de desvio de recursos quando era ministro do governo Dilma corre em segredo de Justiça

atualizado 22/03/2022 19:49

GOVERNO DE MINAS/DIVULGAÇÃO

A Justiça absolveu o ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT), por unanimidade, nesta terça-feira (22/3). A decisão foi tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).

Todos os seis votos foram a favor da absolvição do petista. O processo corre em segredo de Justiça.

Fernando Pimentel foi acusado de corrupção passiva no período em que atuou como ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), cargo que ocupou durante o primeiro mandato de Dilma Rousseff (PT), de 2011 a 2014. Em 2019, foi condenado a 10 anos e 6 meses de prisão por tráfico de influência e lavagem de dinheiro, com o agravante de abuso de poder.

Em 2020, o ex-governador e o ex-secretário de Estado de Fazenda José Afonso Bicalho foram indiciados pelo crime de peculato. Os dois são acusados de desviar cerca de R$ 1 bilhão de valores descontados na folha salarial de servidores referente a empréstimos consignados.

0

Mais lidas
Últimas notícias