Estado de Goiás ultrapassa 8 mil mortes por Covid-19

Número foi atualizado na tarde desta segunda-feira em painel on-line, mantido pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO)

atualizado 15/02/2021 18:01

UTI em Senador Canedo (GO)Vinícius Schmidt/Metrópoles

Goiânia – O estado de Goiás atingiu na tarde desta segunda-feira (15/2) 8 mil mortes por Covid-19. A atualização dos números foi feita no painel on-line, criado e atualizado em tempo real pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO).

Às 16h30, o número que informava, até então, 7.984 óbitos pulou para 8.014 mortes confirmadas. Ao todo, já foram diagnosticadas com Covid-19, em Goiás, 373.305 pessoas, desde o início da pandemia.

Do total de óbitos, 4.677 foram de homens e 3.337 de mulheres. A maioria, 2.093 casos, foi registrada na faixa etária entre 70 e 79 anos, seguida de pessoas acima dos 80 anos.

O governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM), expressou preocupação com o avanço das transmissões durante discurso na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa de Goiás, nesta tarde.

Ele se disse temeroso, principalmente com a chegada das novas variantes do coronavírus a cidades goianas. Dois casos da variante inglesa foram confirmados na sexta-feira (12/2) em Valparaíso de Goiás e em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.

Segunda onda

Segundo Caiado, nesta segunda onda da pandemia, Goiás já alcançou a mesma quantidade de pacientes atingidos pela doença em toda a primeira fase, no ano passado. “A velocidade de contaminação é totalmente diferente da primeira onda”, disse ele.

A situação já gera reflexos nos índices de ocupação de leitos em todo o estado. O governo tem tentado abrir novos leitos de UTI, em parceria com prefeituras e hospitais universitários para evitar que a situação chegue a um contexto de desassistência.

Nesse fim de semana, a ocupação dos leitos da rede estadual de Saúde se aproximou dos 95%. Nesta segunda-feira, mais 15 leitos foram abertos em Rio Verde, cidade do sudoeste goiano, o que ajudou a reduzir o índice de ocupação.

Média Móvel

Nesse domingo (14/2), o Brasil atingiu a maior média móvel de óbitos por Covid-19, desde o início da pandemia. O número chegou a 1.102,4, que é 3,2% maior que a média registrada 14 dias atrás.

Até então, no país, de acordo com o balanço do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), 239.245 pessoas morreram em decorrência de complicações da Covid-19 e 9.834.513 foram contaminadas pela doença.

0

 

 

Últimas notícias