Espírito Santo oferecerá medicamentos para a Covid na rede pública

Dois remédios já aprovados pela Anvisa serão distribuídos, a partir de junho, para cidadãos que estiverem contaminados com o vírus

atualizado 20/05/2022 14:45

PaxlovidDivulgação/Pfizer

Espírito Santo — O Governo do Estado do Espírito Santo anunciou que irá distribuir, a partir de junho, medicamentos para tratamento da Covid-19 na rede pública. O SUS atenderá os contaminados com dois remédios liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O anúncio foi feito pelo secretário de estado de Saúde, Nésio Fernandes, nesta semana. A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), do Ministério da Saúde, incluiu um novo medicamento para tratar a doença em março deste ano.

O Barictinibe é utilizado para a artrite e passou a fazer parte do tratamento da Covid. Já o Paxlovid é um antiviral e tem autorização temporária e de uso emergencial pela Anvisa.

Alerta aceso

O sinal de alerta está aceso no Espírito Santo, já que o número de casos positivos da Covid-19 cresceu em 57% nas últimas semanas. Além dos altos índices da positividade dos testes, um outro número alto preocupa.

Cerca de 1,5 milhão de pessoas está com a segunda ou terceira dose da vacina atrasadas. A média de vacinações por dia caiu de 22 mil para 6 mil e a baixa adesão da população pode representar riscos para a sociedade capixaba.

Mais lidas
Últimas notícias