Empresário que ajudava vítimas de roubo é baleado por policial

O homem foi atingido por três tiros, todos feitos pelas suas costas. O PM alegou que confundiu a vítima com um criminoso

atualizado 10/02/2020 18:33

Um empresário que tentava ajudar vítimas de um roubo, em Macaé (RJ), foi baleado por um sargento sargento do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da PM. A Corregedoria da corporação investiga o caso, que aconteceu na noite do último dia 1º, no bairro Praia Campista. As informações são do jornal Extra.

O policial afirma que confundiu o homem, de 42 anos, com um dos criminosos que tinham acabado de assaltar duas mulheres na frente de uma boate próxima. Com a confusão, os assaltantes conseguiram fugir numa moto.

A vítima tentava interceptar a dupla de criminosos com seu carro quando foi alvo dos disparos do agente, que está na PM há 18 anos. O empresário foi atingido por três tiros, na nuca – de raspão -, nas costas e no braço, todos feitos pelas suas costas, de trás para a frente do veículo.

O empresário estava em um carro, um Gol, que teve os vidros traseiro e dianteiro, bancos e retrovisor perfurados pelos disparos. O homem foi socorrido ao Hospital Público Municipal de Macaé e foi liberado durante a madrugada.

“Eu sou e sempre fui um grande defensor da polícia. Acho que a sociedade precisa apoiar as pessoas que arriscam a vida para nós proteger. Mas se ele errou, tem que pagar. Ele poderia ter matado um inocente “, disse o empresário, que não quis se identificar por medo de represálias.

O policial alegou que atirou “para não ser atropelado” pelo empresário. O agente afirmou, em seu depoimento, que estava numa viatura atendendo outra ocorrência com um colega quando “foi informado por populares que um Gol havia sido tomado de assalto ali próximo e estava em fuga na direção dos policiais”.

O PM não explicou, em seu depoimento, porque os tiros foram disparados pelas costas.

A ocorrência foi registrada na 123ª DP (Macaé). Os assaltantes estão foragidos

 

Últimas notícias