Jovem de 14 que estava prestes a ser adotado é morto em tiroteio

Segundo a família, o jovem passava por um processo de adoção e foi atingido quando saía do psicólogo com a mãe adotiva

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 08/02/2020 12:17

Um adolescente de 14 anos morreu na tarde da última sexta-feira (07/02/2020) depois de ser baleado na Baixada Fluminense, na cidade de São João de Meriti (RJ). Segundo a família, o jovem passava por um processo de adoção.

Luiz Antônio de Souza foi atingido durante um tiroteio na perna no dia anterior, quando saía do psicólogo com a mãe adotiva. As informações são do G1.

Em protesto, moradores da comunidade incendiaram um ônibus. Ele chegou a ser levado ao hospital e operado, mas não resistiu.

Além de Luiz, outra jovem de 19 anos foi baleada no joelho enquanto estava dentro de casa. Vanessa Carvalho da Silva deve ficar internada por 15 dias.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense.

Em nota, a Polícia Militar (PM) do Rio de Janeiro informou que agentes “realizavam o patrulhamento na Comunidade Vila Ruth” quando “foram alvos de criminosos armados que efetuaram disparos de arma de fogo contra agentes e houve confronto”.

Últimas notícias