*
 

Lula ainda não preso, mas o empresário Oscar Maroni, dono do bar Bahamas, em São Paulo,  cumpriu a promessa feita, ainda em 2016, de distribuir cerveja grátis quando o ex-presidente fosse para a cadeia. Imagens que circulam pelo WhatsApp mostram um caminhão carregado de latinhas chegando ao estabelecimento de Maroni, na tarde desta sexta-feira (6/4). Um evento no Facebook com o título “Cervejada grátis no Bahamas” tem já quase 20 mil confirmações.

À revista Veja, na última quinta (5/4), Maroni afirmou ter comprado 5 mil unidades e disse que estava atrás de “mais litros”. Mesmo com a bebida grátis, no entanto, quem estiver disposto a comparecer à “comemoração” terá de abrir a carteira: as entradas no Bahamas custam até R$ 510.

No vídeo em que fez a promessa, em 2016, Maroni diz que “assim que Lula entrar na Polícia Federal de Curitiba e for preso, começarei a distribuir cerveja”. Maroni é conhecido como “magnata do sexo” na noite paulistana. Ele é pai da ex-participante do MasterChef Aritana Maroni.

Na quinta-feira (5/4), quando o juiz Sérgio Moro expediu o mandado de prisão de Lula, a cobrança dos internautas pelo open bar do empresário chegou aos assuntos mais comentados do Twitter.

 

Veja repercussão nas redes sociais:

 

Bom dia Brasileiros. Voltei a sentir orgulho de ser brasileiro Obrigado. Dr Sergio Mouro E Dra Carmem Lucia vocês fizeram sua parte e nós Brasileiros estamos fazendo a nossa Todos nós estamos de parabéns 🌹Dom Oscar Maroni

Uma publicação compartilhada por Oscar Maroni Filho (@oscarmaroni) em