Emanuelle, 8 anos, foi morta com 13 facadas, aponta exame

Corpo da menina passou por autópsia nesta terça. Vizinho da família foi preso e afirmou que matou a criança por vingança contra a mãe dela

atualizado 14/01/2020 16:50

Acervo Pessoal

Emanuelle Pestana de Castro, de 8 anos, foi encontrada morta depois de desaparecer enquanto brincava em uma praça na sexta-feira (10/01/2020), em Chavantes (SP). De acordo com o exame necroscópico, a menina foi assassinada com 13 facadas. As informações são do G1.

O corpo da menina foi encontrado nessa segunda-feira (13/01/2020) em uma fazenda. A autópsia foi realizada na manhã desta terça-feira (14/01/2020).

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Emanuelle levou oito facadas nas costas e cinco no peito. De acordo com o delegado seccional de Ourinhos, Antônio José Fernandes Vieira, o exame contesta a versão apresentada pelo suspeito. “Ele alegava que tinha dado uma facada na costas e, na sequência, três no tórax.”, disse o delegado.

O suspeito
Agnaldo Guilherme Assunção, de 49 anos, é vizinho da família e relatou, durante depoimento à polícia, que matou a menina por vingança contra a mãe dela. De acordo com ele, a mulher não deixava a menina brincar com o enteado dele. No entanto, essa versão dos fatos é questionada pela polícia.

Agnaldo foi preso em flagrante e será investigado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

Últimas notícias