Em podcast de Mano Brown, Lula diz que vive com salário de R$ 27 mil do PT

Em entrevista ao rapper, o ex-presidente afirmou que todos os seus bens seguem bloqueados por conta da operação Lava Jato

atualizado 09/09/2021 16:15

Daniel Ferreira/Metrópoles

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que sobrevive com um salário pago pelo PT a membros do partido. Lula é presidente de honra da sigla. “Hoje eu sobrevivo do PT. O PT me paga um salário, acho que é de R$ 27 mil”, contou o petista em entrevista ao rapper Mano Brown publicada nesta quinta-feira (9/9).

O fundador do grupo Racionais MCs conversou com o ex-presidente no terceiro episódio do podcast Mano a Mano, disponível no Spotify. Lula afirmou que seu sustento financeiro é suprido pela remuneração concedida pelo partido, porque todos os seus bens estão bloqueados em decorrência da operação Lava Jato.

Questionado por Brown sobre quais seriam esses bens, Lula respondeu que são “dois apartamentos em São Bernardo do Campo (SP) de 70 metros quadrados” e “o apartamento que moro, de 190 metros quadrados”. O petista também afirmou que permanece bloqueada a renda que ganhou com palestras. “Quando for liberado, tenho que gastar tudo com advogado, porque devo estar devendo para a maioria”, brincou.

De acordo com o ex-mandatário da República, quando deixou a presidência, ele recebeu propostas para ser empresariado pelos organizadores de palestras de diversos políticos de outros países, como o ex-primeiro ministro inglês Tony Blair e o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton.

“Meu pessoal não deixou. ‘Você que vai se empresariar’ [eles disseram]. Eu pensei em ganhar dinheiro fazendo minhas palestras. Aí veio a Lava Jato, colocaram em suspeita minhas palestras”, prosseguiu. “Muita gente no meio do povo acha que o Lula tem aposentadoria de presidente. O presidente não tem aposentadoria”, acrescentou.

A legislação diz que ex-presidentes da República têm direito a receber recursos para contratar motoristas, seguranças e assessores, além de dois veículos. Em 2019, todos os ex-presidentes receberam o total de R$ 3,9 milhões. No ano, Lula foi o ex-chefe do Executivo federal que menos recebeu, com a quantia de R$ 483 mil.

Últimas notícias