Em jantar com apoiadores, Doria defende prévias e chama Lula de “mentiroso”

O evento, na noite desta segunda-feira (20/9), contou com a participação do presidente da legenda na capital federal, senador Izalci Lucas

atualizado 20/09/2021 22:44

João Doria, governador de SP, é pré-candidato a presidente pelo PSDBGustavo Moreno/Especial para o Metrópoles

Em jantar promovido pelo PSDB-DF na noite desta segunda-feira (20/9) em apoio à pré-candidatura de João Doria, o governador de São Paulo e potencial representante tucano à presidência saiu em defesa da realização das prévias promovidas pelo partido. “Prévias não dividem, não fracionam, mas fortalecem a candidatura. Sou filho das prévias”, enfatizou.

Antes se subir ao palco para discursar, a equipe de Doria reproduziu um vídeo biográfico do governador, apontando medidas adotadas pelo seu governo e com críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e ao ex-presidente Lula (PT), que lideram as pesquisas de intenção de votos para o Palácio do Planalto.

Em tom crítico ao atual governo, o tucano defendeu as manifestações realizadas na Avenida Paulista no último dia 12 de setembro. “Não há mais muro no PSDB, o PSDB tem lado e o PSDB está do lado da democracia. Fui, sim, para defender o Brasil, a democracia, o estado democrático de direito. Não espere de mim um covarde”, disse.

Durante o discurso, o governador pregou maior participação feminina na política e destacou que sua equipe é composta majoritariamente por mulheres. “Precisamos de mais mulheres e jovens no PSDB. As mulheres pela sensibilidade e os jovens pela força transformadora”, prosseguiu.

0
“Serei um anti-PT”

Doria subiu o tom ao discursar contra o ex-presidente Lula. “Luiz Inácio Lula da Silva você é um mentiroso. Desde os 13 anos eu faço aquilo que você nunca fez: trabalhar. Nunca dependi de sindicato, de dinheiro de partido”, disparou.

O evento contou com a participação do presidente da legenda na capital federal, senador Izalci Lucas. O parlamentar, que é candidato ao governo do Distrito Federal no próximo ano, reiterou o desejo de ver Doria como candidato à presidência pelo partido.

“É de dar inveja em qualquer partido. O partido que tem nomes como esses se apresentando para servir o país. Muita gente acha que as prévias dividem o partido, não é verdade. Quando Doria disputou a primeira eleição, tinham cinco candidatos e o momento foi de união”, afirmou.

Izalci introduziu a fala de Doria no jantar, afirmando que o “país não pode se dar ao luxo de esperar”. “Não podemos mais testar, não devemos repetir o erro e nem podemos mais esperar. Por isso, o PSDB-DF já escolheu seu candidato.”

Últimas notícias