Em apenas 19 dias, abril se torna o mês mais letal da pandemia no DF

A Secretaria de Saúde registrou 1.255 óbitos. O recorde anterior havia sido batido em março deste ano, quando ocorreram 1.192 falecimentos

atualizado 19/04/2021 20:42

dia de finados cemiterio taguatinga DF2Gustavo Moreno/Especial Metrópoles

Com apenas 19 dias, abril já é o mês mais mortal devido à Covid-19 na capital do país. Segundo dados da Secretaria de Saúde do DF (SES-DF), analisados pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles, foram registrados, até o momento, 1.255 óbitos provocados pela doença. O recorde anterior havia sido batido em março deste ano, quando foram 1.192 falecimentos. 

Em 2020, agosto foi o pior mês da pandemia no Distrito Federal, com um total de 1.052 vidas perdidas. A média móvel de mortes por Covid-19 no DF  diminuiu nesta segunda-feira (19/4), chegando a 63,4 – estava em 65,1 no domingo (19/4).

Desde o início da pandemia de coronavírus, o DF já notificou 367.969 contaminações e 7.284 óbitos em decorrência da doença. Nas últimas 24 horas, a Secretaria de Saúde contabilizou 74 óbitos e 1.261 novas infecções.

Veja os dados: 

Nesta segunda-feira, em coletiva realizada no Palácio do Buriti, o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, afirmou que pouco mais de 50% do público com idade entre 64 e 65 anos procurou alguma unidade de saúde para se vacinar contra a Covid-19, entre sexta-feira (16/4) e domingo (18/4). Segundo o secretário, o número é reflexo de uma possível resistência da população à vacina AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. Apenas 22.729 doses, das 40 mil unidades disponibilizadas para essa faixa etária, foram aplicadas.
Em apenas 12 dias de abril, o mês também ultrapassou a marca e se tornou o segundo mais letal da pandemia no restante do Brasil, com 53.167 vidas perdidas para o novo coronavírus. O pior mês continua sendo março deste ano, quando foram registradas 66.573 mortes.

Últimas notícias