Posse de Moraes no TSE terá Lula e Bolsonaro nesta 3ª; veja convidados

O ministro assume a presidência da Corte Eleitoral ao lado de Ricardo Lewandowski. Lula, Bolsonaro, Dilma, Temer e Ciro confirmaram presença

atualizado 16/08/2022 10:01

Daniel Ferreira/Metrópoles

Em ano de eleições gerais e com constantes crises entre o governo federal, as Forças Armadas e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), políticos prometem estar em peso na posse de Alexandre de Moraes como presidente do tribunal, nesta terça-feira (16/8); a iniciativa constitui uma demonstração de apoio não só ao ministro, mas também ao sistema eleitoral brasileiro. O evento, porém, tem tudo para resultar em uma verdadeira torta de climão. Isso porque o plenário da Corte reunirá no mesmo ambiente os principais concorrentes ao Palácio do Planalto nas eleições que ocorrem em 2 de outubro.

A cerimônia será transmitida ao vivo pelo canal do TSE no YouTube e pela TV Justiça.

Os três candidatos mais bem colocados nas pesquisas – o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), o petista Luiz Inácio Lula da Silva e Ciro Gomes (PDT) – comparecerão o evento, marcado para as 19h, em Brasília. Além deles, também estarão presentes mais dois rivais: os ex-presidentes Michel Temer (MDB) e Dilma Rousseff (PT), que sofreu o impeachment em 2016.

Este será o primeiro encontro de Dilma com Temer desde que ela sofreu o impeachment e ele assumiu a Presidência da República. Nos últimos seis anos, os dois nunca se falaram, a não ser em discussões públicas, por meio da imprensa, nas quais Dilma rebateu falas de Temer sobre ela, e vice-versa.

Crítico de Moraes, Bolsonaro reuniu-se na semana passada com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e recebeu dele, em mãos, o convite para a posse. O chefe do Executivo federal retribuiu o gesto com uma camisa do Corinthians e prometeu ir à posse.

Na segunda-feira (15/8), a assessoria de Lula confirmou que o candidato do PT à Presidência da República estará presente na solenidade.

Candidatos

Da mesma forma, Simone Tebet (MDB), candidata à Presidência, declarou que vai ao evento. Além dos postulantes ao cargo, todos os ex-presidentes da República foram convidados para a posse – entre eles, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Temer, o responsável pela indicação de Alexandre de Moraes à cadeira na Corte.

A posse ainda contará com todos os ministros do STF: o presidente da Corte, Luiz Fux; a vice-presidente, Rosa Weber; o decano Gilmar Mendes; Ricardo Lewandowski; Cármen Lúcia; Dias Toffoli; Roberto Barroso; Edson Fachin; Alexandre de Moraes; Nunes Marques; e André Mendonça.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

Moraes e Lewandowski foram eleitos para os cargos no TSE no dia 14 de junho. Eles serão responsáveis por conduzir as Eleições Gerais de 2022. Nos últimos seis meses, o TSE foi presidido pelo ministro Edson Fachin.

Mais lidas
Últimas notícias