“Assim como Lula, Bolsonaro mente”, rebate Sergio Moro

Presidente afirmou que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública "achava que era o dono do ministério”

atualizado 19/01/2022 12:38

sp sergio moroFábio Vieira/Metrópoles

O ex-ministro Sergio Moro (Podemos), pré-candidato à Presidência da República, rebateu, nesta segunda-feira (10/1), a declaração do presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre o ex-auxiliar “achar que era dono do ministério” de Justiça e Segurança Pública.

Nas redes sociais, o presidenciável do Podemos procurou acertar dois coelhos com uma cajadada, mirando também o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo Moro, “assim como Lula, Bolsonaro também mente” e “não é digno da Presidência”.

Veja:

Mais cedo, o Bolsonaro disse que seu ex-ministro achava que “era o dono do Ministério” e voltou a afirmar que Moro tentou barganhar a troca do então diretor-geral da Polícia Federal (PF), Maurício Valeixo, por uma indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF).

0

“No início do governo, ele colocou lá num conselho uma senhorita de nome Ilona Szabó, que quando eu vi eu falei: Essa senhora aqui não tem nada com o que a gente defende, as posições dela são bastante progressistas”, ressaltou Bolsonaro, em entrevista à Jovem Pan gravada na semana passada e exibida nesta segunda.

“No interessa se essa pessoa não assumir. ‘Ah, a gente precisa, para ter um contraponto’. Falei: Moro, contraponto já tem a imprensa. Não tem que colocar gente lá para dar pancada em você, para pegar o que acontece lá e jogar na imprensa. Levei três dias para demitir essa mulher. Ele passou a achar que era o dono do ministério”, completou Bolsonaro.

Após o episódio envolvendo a troca do diretor-geral da PF, Moro deixou o governo, em abril de 2020, e acusou o presidente de interferência política na corporação.

Mais lidas
Últimas notícias