Eleições 2022: Eduardo Leite anuncia que deixará governo do RS

Governador do Rio Grande do Sul ainda nutre esperança de disputar a Presidência da República nas eleições de outubro

atualizado 28/03/2022 15:35

Hugo Barreto/ Metrópoles

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou, nesta segunda-feira (28/3), no Palácio do Piratini, a renúncia ao governo gaúcho e que permanecerá no PSDB. Com isso, o vice-governador do estado, Ranolfo Vieira Junior (PSDB), assume o cargo.

“Atendendo ao que a lei eleitoral me obriga: renunciarei ao poder para não renunciar à política”, afirmou Leite, indicando que a oficialização da saída deve ocorrer na próxima quinta-feira (31/3).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Ao ser questionado sobre a disputa pelo Palácio do Planalto, Leite disse que “a renúncia me abre diversas possibilidades e não retira nenhuma”.

Apesar de ter perdido as prévias do PSDB para o governador de São Paulo, João Doria, Leite ainda nutre esperança de disputar a Presidência da República nas eleições de outubro. Para isso, precisava se desincompatilizar do cargo até o próximo dia 2 de abril.

“As prévias são legítimas, e respeitamos as prévias, mas estamos numa discussão que envolve outros partidos políticos, consórcio de partidos e de forças que vão se alinhando e buscando um caminho comum e que não foram consultadas naquele momento das prévias. Para que se entendam qual caminho seguiremos juntos, e há tantas alternativas a serem consideradas. Estarei para somar, e não para dispersar as forças”, declarou Leite.

“Não é sobre as prévias, sobre o partido, é sobre o Brasil. Não pode qualquer projeto outro estar acima do nosso sentimento de viabilizar uma alternativa para o país”, acrescentou.

Mais cedo, o tucano avisou ao presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, que permaneceria no PSDB.

“O presidente Kassab colocou um caminho de forma firme e clara que eu pudesse me apresentar ao Brasil. Agradeço o gesto dele e agradeço a sensibilidade dele de entender que a história que construí no PSDB fosse renunciada”, disse.

Há uma articulação interna em curso para que Doria, que não tem decolado nas pesquisas de intenções de votos, desista da candidatura, abrindo espaço para Leite concorrer.

Leite

Natural de Pelotas (RS), Leite, de 37 anos, assumiu como vereador de Pelotas em 2008. Quatro anos depois, ele foi eleito prefeito da cidade e não disputou a reeleição em 2016. Dois anos depois, o tucano se elegeu ao governo do Rio Grande do Sul.

Mais lidas
Últimas notícias