Milton Nascimento repudia uso de música em campanha: “Atitude nojenta”

"Atitude nojenta e abjeta", afirmou o cantor sobre vídeo de candidato a prefeito de Lavras (MG) pelo PSL com a canção Caçador de Mim

atualizado 14/11/2020 23:55

AgNews

O cantor Milton Nascimento repudiou, por meio de nota publicada no Facebook, o uso indevido da música Caçador de Mim em vídeo da campanha eleitoral do candidato a prefeito de Lavras pelo PSL, Carlos Lindomar. De acordo com o artista, a peça de campanha fere a lei dos direitos autorais.

O texto também informa que serão adotadas as medidas jurídicas cabíveis para que o político seja responsabilizado.

“É um completo absurdo que, em pleno 2020, ainda existam candidatos oportunistas como esse indivíduo de nome Carlos Lindomar. Que claramente violou a lei 9.610/98 (lei dos direitos autorais). Ainda mais sendo o tal candidato membro de um partido cujo discurso se pauta insistentemente contra a criminalidade e contra a corrupção. Bom, pelo visto, essa moralidade toda só vale para os outros”, diz a nota de repúdio.

No vídeo de campanha, a música é acompanhada de imagens de Carlos Lindomar durante a campanha eleitoral. “Questionados por nossa equipe, alegaram se tratar de uma homenagem a Milton. Porém o mesmo não é citado, não aparece e nunca concordou com a ‘homenagem’ em questão. É descarado, pois essa ‘homenagem’ consiste em imagens da campanha do candidato, com bandeiras partidárias”, afirma o texto publicado na página do cantor.

Carlos Lindomar divulgou, na noite deste sábado (14/11), vídeo em que pede desculpas. Na gravação, ele diz reconhecer o erro “de utilizar a música sem prévia autorização” e pede desculpas. Ele também informa que o material de campanha com a canção foi retirado das redes sociais.

Confira:

Mais lidas
Últimas notícias