Josiel Alcolumbre e Dr. Furlan disputarão segundo turno em Macapá (AP)

Josiel recebeu 29,47% dos votos válidos e Furlan, 16,03%. Eleitores voltam às urnas no dia 20

atualizado 06/12/2020 20:00

Fotos: Gabriel Penha/Photopress/AE e Erich Macias Rordirgues/Futura Press/AE

Os candidatos Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania) disputarão o segundo turno das eleições para a Prefeitura de Macapá (AP).

Josiel recebeu 59.511 votos, o que representa 29,47% dos votos válidos.  Furlan somou 32.369 votos, o equivalente a 16,03%. As informações são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A corrida pela Prefeitura de Macapá contou com 10 candidatos em 2020. Ao todo, 217.161 votos válidos foram registrados neste domingo.

A disputa pela segunda vaga na próxima etapa da eleição foi acirrada. Dr. Furlan e Capi (PSB) disputaram voto a voto. No começo da apuração, Capi – o ex-senador, ex-prefeito do Amapá e ex-governador do estado João Capiberibe – estava atrás de Josiel no total de votos válidos. No entanto, quase no fim da contagem, Furlan ultrapassou o concorrente e se manteve na segunda colocação. Capi conquistou 14,94% dos votos válidos (30.160 votos no total).

Para vencer as eleições em primeiro turno, o candidato a prefeito precisa obter maioria absoluta — 50% mais um — dos votos válidos. Agora, Furlan e Alcolumbre disputam a preferência no eleitorado, que vota novamente no próximo dia 20.

Os candidatos

José Alcolumbre, o Josiel, nasceu em Belém (PA) e tem 47 anos. Ele é irmão de Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal, e suplente do parlamentar.

Antônio Paulo de Oliveira Furlan, o Dr. Furlan, também nasceu em Belém e, assim como Josiel, tem 47 anos. Em 2018, foi eleito deputado estadual.

Eleições 2020

Nas eleições de 2020, concorrem prefeitos e vereadores. Nas cidades com menos de 200 mil eleitores, a escolha dos prefeitos é realizada em apenas um turno: vence o candidato que receber o maior número de voto válidos (brancos e nulos não contam).

No caso dos municípios com mais de 200 mil eleitores, o candidato precisa atingir 50% dos votos válidos mais um. Em caso contrário, é realizado segundo turno entre os dois primeiros colocados. O que receber mais votos ganha.

Nas eleições para vereador, os candidatos são eleitos de acordo com número de vagas disponíveis na Câmara de cada município — em Macapá, são 23 cadeiras disponíveis. Os partidos e coligações precisam receber uma quantidade mínima de votos para que seus candidatos possam ocupar os cargos.

As eleições no Amapá foram adiadas porque o estado enfrentou 22 dias de apagão, o que impediu a realização do pleito nas mesmas datas que no restante do país.

Mais lidas
Últimas notícias