De 59 candidatos apoiados por Bolsonaro, apenas 12 conseguiram se eleger

Outros 47 nomes não angariaram votos suficientes e dois deles – Crivella e Capitão Wagner – disputarão o segundo turno

atualizado 16/11/2020 12:36

Marcos Corrêa/PR

Quatro a cada cinco candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante as eleições municipais deste ano não conquistaram votos suficientes para serem eleitos.

No total, o mandatário da República alavancou 59 nomes nas transmissões ao vivo em redes sociais realizadas na semana passada. Desse total, apenas 12 conseguiram se eleger.

Outros 45 postulantes não ganharam apoio considerável dos eleitores locais – especialistas avaliam que Bolsonaro e aliados perderam corpo no pleito, com resultados abaixo do esperado.

Dois candidatos a prefeito apoiados por Bolsonaro – Marcelo Crivella (Republicanos), no Rio de Janeiro (RJ), e Capitão Wagner (Pros), em Fortaleza (CE) – disputarão o segundo turno.

O levantamento foi feito pelo Metrópoles junto à base de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Veja os resultados:

Entre os nomes que não conquistaram apoio dos eleitores está a postulante a vereadora de Angra dos Reis (RJ), Wal Bolsonaro (Republicanos), a Wal do Açaí, que obteve menos de 300 votos.

Por outro lado, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) conseguiu se reeleger com 71 mil votos, mas ficou atrás na corrida para o vereador Tarcísio Motta (PSol), com 86,2 mil votos.

Últimas notícias