*
 

O vice-governador de Goiás José Eliton (PSDB) divulgou, neste sábado (1º/10), uma carta em que agradece ao cabo da Polícia Militar Vanilson João Pereira. Segundo o político, “com sua própria vida, o militar evitou uma tragédia ainda maior no atentado de Itumbiara (GO)”. O tucano estava internado desde o dia 28 de agosto, quando o funcionário municipal Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos, emboscou a carreata onde estavam o próprio José Eliton e o candidato a prefeito José Gomes da Rocha (PTB), que morreu no atentado.

Durante a carreata, o caminhão onde estavam Eliton, Gomes, o deputado estadual José Antônio (PTB), o advogado da prefeitura da cidade, Célio Rezende, o segurança Vanilson Rodrigues, o deputado federal Jovair Arantes (PTB) entre outras pessoas, foi abordado por outro veículo, de onde o agressor começou a disparar. A população que acompanhava o evento entrou em pânico.

Em nota o vice-governador disse: “Agradeço a Deus pela minha vida e peço ainda que Ele conforte as famílias do meu amigo Zé Gomes e do cabo da Polícia Militar, Vanilson João Pereira que, com sua própria vida, evitou uma tragédia ainda maior no atentado de Itumbiara”. Ele não menciona o atirador durante o texto.

As circunstâncias do crime estão sendo investigadas pela Polícia Civil de Goiás e a Polícia Federal. Os primeiro indícios mostram que o assassinato foi minimamente planejado por Amaral, que aguardou o comboio passar no local do atentado por pelo menos dez minutos. Amaral havia sido afastado de suas funções na prefeitura e sofria de problemas mentais. Informações mostram que ele tinha processado a prefeitura por uma dívida trabalhista e que tinha vencido judicialmente. A prefeitura estava protelando o pagamento.

Uma das irmãs do atirador disse que ele foi agredido pelo candidato a prefeito, dias antes, com um tapa no rosto. Por causa dessa briga, contou a mulher, ele teria “jurado” matar José Gomes.

Nota de agradecimento do vice-governador de Goiás, José Eliton

Em primeiro lugar, agradeço a Deus pela minha vida e peço ainda que Ele conforte as famílias do meu amigo Zé Gomes e do cabo da Polícia Militar, Vanilson João Pereira que, com sua própria vida, evitou uma tragédia ainda maior no atentado de Itumbiara.

Agradeço aos integrantes da equipe de segurança que me acompanham e tiveram atuação excepcional.

Com muita gratidão, quero expressar o meu reconhecimento público a todos os envolvidos no restabelecimento da minha saúde. Em especial, à equipe médica do Hospital Municipal Modesto de Carvalho, em Itumbiara, que foram primordiais no primeiro atendimento, demonstrando toda a sua imensa capacidade na sagrada missão de preservar vidas.

Agradeço ao secretário interino da Saúde, Halim Girade. Por orientação do secretário Leonardo Vilela, não mediu esforços para que eu e o advogado da Prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, fôssemos atendidos de forma ímpar.

Na pessoa do diretor geral do Hugol, doutor Hélio Ponciano, formalizo os meus agradecimentos a todo o corpo clínico e administrativo deste Hospital de Urgências que comprova diariamente a excelência dos serviços prestados à sociedade.

Às forças de segurança pública de Goiás, polícias Militar, Civil, Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros, o meu muito obrigado.

À minha querida esposa Fabrina, aos meus familiares, amigos, autoridades e a todos os goianos que me visitaram, enviaram mensagens de solidariedade, e intercederam por mim em orações, registro meus profundos sentimentos de gratidão e reforço que essa energia positiva está sendo fundamental para minha recuperação.

 

José Eliton

Vice-governador do Estado de Goiás

 

 

COMENTE

AtentadoGoiásitumbiaraJosé Eliton
comunicar erro à redação

Leia mais: Eleições